Oficina de fitotipia com Patricia Polzl no Moras Ateliê

A fitotipia, ainda que pouco conhecida, é uma ferramenta artistica maravilhosa que traz um procedimento interessante e resultados lindos. O processo, baseado no da Fototipia, consiste na impressão ou revelação de imagem através de ação fotomecanica em folhagens. Para essa oficina serão realizadas impressões de fotos e desenhos em folhas de espinafre e folhas de lirio do brejo. A oficina será ministrada pela artistissima Patricia Polzl.

Cada participante poderá enviar até duas fotografias para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Isso é necessário para que ela possa realizar tratamentos necessários. Prazo maximo para envio até 27 de maio. Depois disso é só comparecer no dia 3 e 4 de junho para realização do resto do processo.

Todos os materais serão disponibilizados pelo Atelie e pela Patricia. Portanto, não enviem fotos se não forem realmente comparecer. Assim evita-se gastos e desgates desnecessários. A quantidade de vagas será analisada a medida que forem enviadas as fotos. Se houver muita procura, serão mantidos os primeiros a enviarem as fotos e quantos forem possiveis, e para os participantes escedentes serão abertos outros dias para a oficina.

IMPORTANTE: Se houver chuva nos dias da oficina a data será alterada.

Confirme presença no evento de Facebook para se manter informado!

ImprimirEmail

Primeira oficina de eutonia do projeto Pessoa Que Sente Move

As oficinas abordam os seguintes temas da Eutonia:
- Pele;
- Tato consciente;
- Contato;
- Espaço Interior;

que, em diálogo com a poesia presente na obra "O Guardador de Rebanhos", de Alberto Caeiro, heterônimo de Fernando Pessoa, levam a entrar em contato com a própria sensibilidade e capacidade criadora de movimento e gesto na dança. As oficinas são ministradas por Luiza Tororella e se destinam a pessoas de qualquer faixa etária e nível de experiência, que tenham interesse em entrar em contato com a própria sensibilidade e descobrir os impulsos criadores que as movem.

Os encontros acontecem às quintas feiras das 14h às 16h  no Departamento de Artes Corporais (Barracão), e ainda estão abertos a quem quiser se juntar! Para se inscrever, entre em contato com Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., e mantenha-se informado através da página do projeto no Facebook.

ImprimirEmail

Herança e Novos Rumos na GAIA (18 de maio)

Apresentação do projeto Matheus Cripa & Retrato Brasileiro: "Heranças e Novos Rumos" na GAIA, no encerramento da Semana Nacional de Museus. "O projeto propõe a união de duas pesquisas no campo da música brasileira, com o intuito de formar um espetáculo de canção autoral. De um lado, um cancioneiro intimamente ligado à cultura popular, com a vivência da música da periferia e das religiões afro-brasileiras. Do outro, a música instrumental brasileira na sua faceta composicional mais autêntica, que transita entre os campos erudito e popular.
“Herança e Novos Rumos” é a parceria entre Matheus Crippa e o trio Retrato Brasileiro, dando continuidade a um dos caminhos que a canção brasileira trilhou ao longo da história. As composições, de autoria de Matheus Crippa e parceiros, se norteiam pela essência da canção brasileira, do samba e da religião afro-brasileira. Os arranjos fazem uma mistura com a sonoridade camerística e do trio Retrato Brasileiro e a herança africana da percussão de Diogo Nazareth."

Membros da banda Retrato Brasileiro : Gabriel Peregrino - Vibrafone, Guilherme Sakamuta - Guitarra, Théo Fraga - Contrabaixo Acústico - neste projeto, com violão e voz de Matheus Cripa.

Fotos por Everaldo Luís Silva

ImprimirEmail

Downloadhttp://bigtheme.net/joomla Joomla Templates